Indicadores Brasileiros para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Especialistas reclassificam indicadores dos ODS em reunião na Etiópia

imagem

A capital da Etiópia, Adis Adeba, recebeu no fim do mês outubro a X Reunião do Grupo Interagencial e de Peritos sobre os Indicadores dos ODS (IAEG-SDGs, em inglês). O encontro aconteceu na sede da Comissão Econômica das Nações Unidas para a África (UNECA) e contou com a participação do Brasil, representado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os especialistas internacionais discutiram, entre os dias 21 e 24 de outubro, as solicitações feitas pelas agências de custódia da ONU. A principal mudança foi a reclassificação de indicadores Tier III (sem metodologia) para Tier II (com metodologia). Foram reclassificados os seguintes indicadores: 3.5.1 (WHO/UNODC), 11.7.2 (UNODC), 14.1.1 a e b (UNEP), 14.2.1 (UNEP), 15.9.1 (UNEP), 16.4.1 (UNODC/UNCTAD). 

Os participantes também debateram as propostas finais para a Revisão Abrangente 2020, que pretende melhorar o quadro de indicadores globais para o monitoramento da Agenda 2030. O evento também apresentou as experiências de diversos países e de agências internacionais de estatística.

O Brasil ainda participou de uma reunião paralela ao encontro, sobre desagregação de dados para os indicadores ODS.

Próximos passos definidos

As próximas etapas do IAEG já estão agendadas. Dentre elas, a avaliação das metodologias de indicadores Tier III remanescentes, de acordo com as solicitações de reclassificação de indicadores feitas pelas agências de custódia.

Os documentos e apresentações da X Reunião da IAEG-SDGs e a sessão plenária estão disponíveis aqui

O IAEG-SDGs é responsável por elaborar o quadro de indicadores globais para cada meta dos ODS, e é composto por 27 representantes de escritórios nacionais de estatísticas de países de todos os continentes. O IBGE representa o Brasil, os países do Mercosul e o Chile nesse grupo de especialistas.